Dicas para mandar bem entrevistando profissionais de tecnologia

Uma coisa não é novidade, sabemos que o crescimento acelerado do mercado de tecnologia, vem desafiando e transformando a maneira como a área de R&S realiza as suas atividades. Essa constante necessidade trouxe novas exigências e pensando nesse contexto, trouxemos aqui algumas dicas que uso no dia a dia para conseguir trabalhar de forma ágil e eficiente meus processos seletivos para a área de tecnologia.

Com o ritmo acelerado, a urgência em crescer e desenvolver times de tecnologia de alta performance se tornou algo prioritário para a maioria das empresas de tecnologia ou até mesmo para empresas de qualquer outro segmento e tamanho que estão passando por um momento de transformação digital.

Recrutar profissionais em um mercado tão específico como esse, exige o mínimo de conhecimento sobre o assunto. Isso não quer dizer que você terá que saber desenvolver software ou entender a fundo a lógica de programação. =)

Mas se você quiser ser um bom Tech Recruiter, aqui vai minha primeira dica: esteja atualizado e fique por dentro do que rola no  universo da tecnologia. Podcasts sobre inovação e tecnologia são um bom ponto de partida, aqui vão alguns para você começar seus estudos: Hipsters Ponto Tech, Café Debug, Braincast, entre outros. 

Blogs e sites de tecnologia também vão te ajudar a entender um pouco mais sobre o assunto, você pode dar uma conferida em sites como: CanalTech, Olhar Digital, Alura blog, TechCrunch, The Verge, Porta 101, Gizmodo, entre outros. 

Outra maneira de estar antenado ou antenada e ainda até já conhecer um possível profissional para sua vaga é participar de fóruns de discussão, você pode encontrar alguns nas tradicionais redes sociais. Uma dica especial, vá diretamente para sites especializados como o Stackoverflow, lá, inclusive, existe um serviço de job post que pode te ajudar a estar mais próximo e conhecer profissionais que não se aplicam com facilidade em plataformas de emprego mais tradicionais. 

Converse com desenvolvedores do seu networking e procure estar de mente aberta para aprender algo diferente a cada dia!

Dicas para um bom processo de entrevista

Trouxe na sequência algumas dicas, que na minha experiência e entendimento, funcionam super bem para ter sucesso durante uma entrevista com profissionais de tecnologia:

Entenda um pouco sobre o assunto.

Começar entendendo a diferença entre os departamentos que compõem a área de tecnologia da sua empresa é fundamental.

Todas as principais vertentes de tecnologia estão ligadas, porém cada uma com suas peculiaridades diferentes. Sendo assim, antes de qualquer coisa, quando for recrutar um profissional de tecnologia, estude um pouco sobre as características da sua área de atuação.

Alguns exemplos das principais áreas da tecnologia:

Engenharia, desenvolvimento;

Infraestrutura, segurança;

Dados;

Suporte e Operações;

Inovação, e;

– em alguns casos: produtos.

Esteja preparado!

Para um bom alinhamento com o time técnico, antes mesmo do processo de hunting começar, é fundamental ter noção das tecnologias utilizadas por cada profissional e suas dificuldades de encontrá-lo no mercado.

Tenha em mãos as PRINCIPAIS tecnologias exigidas pela vaga, saiba realmente o que é fundamental e o que é desejável;

Saiba qual é o nível de senioridade exigido pelo requisitante;

Saiba qual é a estrutura do time de tecnologia e onde o profissional ficará alocado;

Saiba bem sobre os principais desafios que esse profissional terá pela frente;

Hunting e abordagem inicial

Profissionais de tecnologia são procurados por recrutadores diariamente de várias maneiras, pensando nisso, é preciso conquistá-los. Não perca tempo, seja direto e objetivo com os requisitos da posição. 

R&S é coisa séria, mas não precisa ser chato, seja informal em sua abordagem inicial;

Seja claro em sua abordagem e já compartilhe o máximo de informação sobre a empresa, projetos e desafios da vaga e entenda o nível de engajamento que o profissional demonstra logo em sua primeira conversa. Isso pode fazer com que você economize tempo de ambos os lados.

Não tenha medo de perguntar

Não tenha medo nem vergonha de perguntar sobre a parte técnica, e se for preciso, pergunte mais de uma vez! Não existe forma melhor de aprender do que conversando com quem realmente entende do assunto. Quando um profissional de tech se propõe a conversar com um recrutador é por que ele tem interesse na oportunidade, então também é do interesse dele que o entrevistador realmente absorva as informações mais relevantes. Toda entrevista é uma chance de aprender algo novo, desde o mais simples, com a pronúncia de determinadas tecnologias até funcionalidades de frameworks. Mas uma coisa é certa, depois de poucas entrevistas você estará bem mais seguro, fazendo cada vez menos perguntas e com um conhecimento muito mais profundo da vaga.

Conduzindo a entrevista.

Ufa! Se chegamos até aqui, estamos no caminho certo, agora é hora das conversas iniciais.

Em um primeiro bate papo, por que não falar com o candidato por telefone? Na minha visão, informações básicas sobre o perfil técnico do profissional, expectativa salarial e engajamento com relação à oportunidade, podem ser esclarecidas em um breve bate papo por telefone.

Temos o CV e as informações básicas após entrevista prévia? Agora é o momento de agendarmos uma conversa um pouco mais profunda com os candidatos pré-aprovados. Nesse momento, cada recrutador tem uma maneira de conduzir a entrevista, mas transformar a entrevista em um bate papo mais descontraído, é uma ótima forma de conquistar a atenção do candidato para a aoportunidade. 

Como falei anteriormente, cada recrutador tem o seu método, porém a entrevista tem que ter começo, meio e fim. Esteja com isso planejado.

Por exemplo: Podemos contar mais sobre a empresa, projetos, estrutura de time no começo da entrevista; No meio, entender um pouco melhor sobre as experiências profissionais do candidato como principais projetos que participou, onde e quais tecnologias foram utilizadas; e também entender melhor sobre seu perfil comportamental; No fim, podemos alinhar expectativas do candidato versus expectativas da empresa.

Dicas Bônus:

– Esteja aberto a convidar alguém do time técnico para fazer a entrevista com você, será uma ótima oportunidade para você aprender ainda mais, além de desenvolver também o seu colega técnico, que irá aprender contigo a conduzir uma entrevista.

– O fit do candidato em relação à empresa é imprescindível, a identificação com a empresa, cultura, tecnologias e projetos precisa estar 100% alinhada.

– Expectativa salarial é um assunto extremamente importante, deixe isso muito bem alinhado desde as primeiras conversas

Conclusão:

Para se tornar um expert em recrutamento de profissionais de tecnologia, não tem uma receita de bolo, mas se prepare e esteja disposto. Estude, troque conhecimento com colegas e candidatos e não desista de nenhuma vaga até encontrar o candidato certo. Você terá um grande desafio pela frente mas as recompensas valem muito o esforço!

*Esse texto reflete a opinião da pessoa autora e não necessariamente da 99Hunters

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *